Ouvidoria-Geral do Município agora tem Whatsapp

0
A Ouvidoria-Geral do Município acaba de implantar uma nova e importante ferramenta de comunicação que irá melhorar, ainda mais, a relação entre a gestão e o público através de um número de WhatsApp dedicado a atender com mais eficiência e rapidez a toda a população, reafirmando o compromisso da gestão Cidade de Todos com a transparência e o respeito para com cidadão.
A anúncio foi feito durante o programa A Hora da Cidade desta segunda-feira (23), na Diamantina FM 95.5, pelo ouvidor-geral, Lucas Hayne, que participou do programa para fazer, também, um balanço da atuação positiva do órgão na resolução de situações cotidianas que envolvem a administração pública municipal em sua relação com direta com o público em geral.

Agora, além do 0800 075 4321 e do 3251 0023, a Ouvidoria-Geral do Município conta também com uma linha especial conectada ao aplicativo de mensagens WhatsApp que funcionará 24h por dia 7 dias por semana para receber reclamações, sugestões e elogios do trabalho da Prefeitura de Itaberaba.

Publicidade

 Através do (75) 99230 6900 a população poderá enviar mensagens de texto, áudio e, até mesmo, vídeos. A linha telefônica também estará aberta para receber chamadas, em horário comercial, somando-se aos números acima e ao novo e-mail do órgão: ouvidoria@itaberaba.ba.gov.br.

Em sua participação no A Hora da Cidade, o ouvidor fez questão de destacar aos ouvintes, que é muito importante registrar devidamente a reclamação ou sugestão, junto à Ouvidoria ou através de seus diversos canais de contato, para que o fato seja apurado. “A nossa maior dificuldade, hoje, está relacionada com os contatos informais feitos por aquelas pessoas que entram em contato, principalmente, com programas de rádio, fazem sua queixa e não deixam o seu nome, telefone ou endereço completo para que nós possamos entrara em contata e solucionar o problema”, disse Lucas.
Segundo ele, as pessoas acabam pensando que “esses programas são responsáveis por resolver algum tipo de situação. Devo advertir que estes programas não são responsáveis por resolver nenhum tipo de situação. Apenas este aqui (A Hora da Cidade) que é, na verdade, uma extensão da Ouvidoria, o que os demais (programas) não são e nem têm a mesma responsabilidade que nós que fazemos parte da Gestão e que lutamo por aquilo que o nosso prefeito Ricardo sempre nos pede: ‘cuidar das pessoas e da nossa cidade'”, completou o ouvidor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here