Prefeita é suspeita de desviar verba da educação e ostentar na internet

0

A prefeita de uma pequena cidade do interior do Maranhão conquistou notoriedade internacional. Lidiane Leite desviava dinheiro da educação para sustentar a própria ostentação.
Os auditores começaram as investigações nas áreas de saúde e educação de Bom Jardim (MA) e têm um mês para concluir um relatório.

Dez dias depois do sumiço de Lidiane Leite, a Polícia Federal não tem qualquer pista sobre o paradeiro da prefeita foragida, acusada de chefiar um esquema milionário de desvio de verbas da educação, fraude de licitações para reforma de escolas e compra de merenda escolar.

link-zap
Loading...

O Ministério Público calcula que o desvio de verbas em bom jardim chegue a R$ 15 milhões. Antes das denúncias e da fuga, Lidiane, de 25 anos de idade, se exibia nas redes sociais dizendo que tinha dinheiro sobrando.

O sumiço de prefeita foi destaque na segunda-feira (31) em diversos veículos da imprensa internacional, inclusive na rede britânica BBC. O município está sendo governado pela vice-prefeita, Malrinete Gralhada, que assumiu o cargo amparada por uma ordem da Justiça.

Uma das medidas anunciadas por ela foi um recadastramento dos servidores. “A situação é caótica. Nós temos funcionalismo atrasado, por isso fazendo um recadastramento porque temos informações de que tem muitos funcionários fantasmas nessa folha”, diz Malrinete Gralhada, prefeita em exercício.

Lidiane Leite fugiu sumiu depois de ter a prisão decretada pela Operação Éden, da Polícia Federal. A PF já pediu a inclusão do nome da prefeita na lista de foragidos da Interpol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here