Em Salvador, ex-ministra Marina Silva critica antecipação de eleições e fala sobre o Rede Sustentabilidade

0

 

Foto: Juarez Matias/ Varela Notícias

Foto: Juarez Matias/ Varela Notícias

Por Lícia Fontenele

Em Salvador, para coletar assinaturas para seu novo partido, a ex-ministra Marina Silva, teve um dia cheio de atividades nesta quinta-feira (9). Depois de visitar o projeto Axé em busca de apoio, na tarde de hoje a ex-senadora conversou com a imprensa sobre o Rede Sustentável.

Fundado em 16 de fevereiro de 2013, o novo partido é resultado de num encontro, batizado de Encontro Nacional da Rede Pró Partido, que aconteceu em Brasília e contou presença de importantes nomes da política nacional como a ex-senadora e vereadora de Maceió Heloísa Helena, deputados Alfredo Sirkis, Walter Feldman, entre outros.

“A rede é uma proposta completamente diferente. E uma contribuição para essa política estagnada. Queremos um novo contexto político, um DNA da sustentabilidade e da ética”, disse ela.

Foto: Juarez Matias/ Varela Notícias

Foto: Juarez Matias/ Varela Notícias

 

O movimento político deseja recolher 500 mil assinaturas para que o Tribunal Superior Eleitoral conceda seu registro legal e assim possa participar das eleições em 2014 sob a nova sigla.

Na Bahia a expectativa é de que sejam recolhidas 50 mil rubricas. “Em dois meses e meio  nós já conseguimos 300 mil assinaturas, o que é muita coisa. Na Bahia, nós temos um coletivo estadual  e vamos articular com o interior. Nossa expectativa é de que haja um crescimento. A conta mínima aqui são sete mil assinaturas, mas isso já foi ultrapassado. Nossa meta é a cota nacional”, explicou.

No que se refere à campanha eleitoral, a possível candidata do partido à presidência da República nas eleições de 2014 prefere não se antecipar. “Eu tenho uma posição de princípios, essa antecipação das eleições é muito ruim para a democracia. Existe o intervalo eleitoral para que a gente possa aprofundar as ideias. Essa antecipação que muita gente faz parece proposital para não se fique discutindo problemas. E temos aí sérios problemas como em relação a educação ”, disparou Marina que ainda fez questão de completar: “Temos algumas metas, primeiro queremos focar nas assinaturas. Em setembro teremos um congresso para aprovar o estatuto e o programa do partido”.

 

Foto: Juarez Matias/ Varela Notícias

Foto: Juarez Matias/ Varela Notícias

 

Sobre o projeto em pauta que limita a criação de novos partidos a ex-ministra criticou a proposta, que pode retirar da Rede o tempo de TV e fundo partidário. “Não estava contando que haveria uma operação para nos inviabilizar como partido. Para se ter um ideia, esse projeto foi votado em caráter de urgente urgentíssimo, como em  questão de guerra ou calamidade pública. Isso tudo para 35 segundos de TV. Eles estão com medo das ideias novas”, pontuou.

A indicação do vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos (PSD), pela presidente Dilma Rousseff, para a recém-criada Secretaria da Micro e Pequena Empresa, parece que também não tem agradado. Motivo de crítica para a ex-senadora, que ironizou ao relembrar o discurso de Afif,  que na disputa das eleições presidenciáveis de 1989 em que ele comparava Lula ao Muro de Berlim. “Parece que eles removeram o muro, se é que ele existiu”.

Depois da coletiva, Marina  participou de um debate aberto ao público.

 

O post Em Salvador, ex-ministra Marina Silva critica antecipação de eleições e fala sobre o Rede Sustentabilidade apareceu primeiro em Varela Notícias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here