“Quando não se avisa sobre uma paralisação 72 horas antes, ela passa a ser irresponsável e abusiva”

0

 

Fotos: Juarez Matias/Varela Notícias

Fotos: Juarez Matias/Varela Notícias

Em entrevista ao site Varela Notícias o assessor de relações sindicais do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps), Jorge Castro,  disse que “quando não se avisa sobre uma paralisação 72 horas antes, ela passa a ser irresponsável e abusiva. Abusiva por que as pessoas se preparam para sair de casa para ir trabalhar, programação as ações do dia a dia e acabram sendo pegas de surpresa pela paralisão.”

Ainda de acordo com Jorge, “a sociedade precisa tomar uma providência urgente contra o sindicato para que isso não aconteça novamente.  A greve é constitucional, mas principalmente quando se trata de serviços essenciais ela precisa ser melhor discutida, pensada e principalmente avisa para que a sociedade não acabe prejudicada.”

Entenda: Problemas causados pela paralisação e reivindicações do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado da Bahia.

Segundo a Setps uma reunião está marcada com o sindicato dos rodoviários para o próximo dia 21 de maio e que por enquanto eles não forma informados oficialmente sobre uma nova paralisação.

O post “Quando não se avisa sobre uma paralisação 72 horas antes, ela passa a ser irresponsável e abusiva” apareceu primeiro em Varela Notícias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here