“Sou doutorada como periguete e maria-chuteira”, diz Mulher Melão

0

Para ser periguete de verdade, é preciso ter orgulho do que faz. É mais ou menos assim que Renata Frisson, conhecida como Mulher Melão, leva sua vida. Periguete de carteirinha, a própria funkeira admite que já aprontou muito. Em entrevista ao iG, Mulher Melão se empolgou com a conversa sobre a personagem de Ísis Valverde na novela “Avenida Brasil” e revelou que dos “16 aos vinte e poucos” foi uma maria-chuteira profissional.

“Invadia os treinos para causar tumulto, chamar a atenção dos jogadores. Sempre gostei disso. Mas não me interessava o cara que estava começando, mirava nos artilheiros com potencial de ir para a Eurocopa”, contou ela.

A notícia continua após esta Publicidade

Hoje em dia, Renata largou dos jogadores e só se envolve com homens que tenham capacidade de sustentá-la futuramente. “Quero um homem para melhorar minha vida. Vai me bancar? Vai me dar um salário por mês? Então não se mete comigo”, alertou ela, brincando.

A fama de maria-chuteira ela não nega, mas garante que parou. “Já cheguei a ir para concentração escondida, já dormi com jogador sem ninguém ver que eu estava ali. Fazia festinha a noite toda e, no outro dia, o bofe ia capengando para o campo. Mas isso é passado, agora sou quase uma santa”, afirmou.

Questionada do por que “quase” santa, Mulher Melão não deixou o bom humor de lado e respondeu: “Só falta o papa me canonizar. Porque o resto está babado!”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here