Ampliação do REDA é aprovada na Câmara, mas com ressalvas

0

O o Projeto de Lei Complementar (PLC) 01/2016 do vereador Claudio Tinoco (DEM) que definiu a ampliação do regime especial de direito administrativo (Reda) foi aprovado na tarde desta quarta-feira (27) pela Câmara de Vereadores de Salvador. Agora os contratados poderão ter seus contratos renovados por até quatro anos. O atual texto só fixava dois.

A proposição rendeu polêmica, mas apesar disso teve a aprovação da maioria dos vereadores presentes, menos o vereador Hilton Coelho (PSOL), que acredita que a fórmula é uma precarização do trabalho.

A vereador Aladilce Souza (PCdoB), líder oposicionista, e o vereador Silvio Humberto (PSB), presidente da Comissão de Educação, votaram a favor, mas fizeram ressalvas. Ambos acreditam que a melhor saída seria o concurso público para efetivar e aprimorar o quadro funcional.

O autor do projeto, Tinoco, rebateu. “Esse é um discurso repetido da oposição aqui em Salvador. Pena que eles não fazem isso a nível de governo estadual. O PT, PCdoB – que inlcusive comanda muitos sindicatos – eram contrários ao Reda quando o estado era gestado por outros governadores. Quando o PT assumiu o governo, o que mais se fez foi expandir o reda”, disse.

De acordo com o democrata, a ação será de economia. “Estamos tratando em benefício aos profissionais do magistério. Isso gera economia aos cofres, pois não vai precisar fazer uma seleção de dois em dois anos. Por mais que se abra concurso, não conseguimos lotar professores, por exemplo, nas ilhas de Salvador. Esse regime, que tem limites legais, ele é necessário”, explicou.

Os professores, que dividiram a galeria da Câmara com os taxistas, comemoraram a aprovação.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here