Ateu denuncia escola da filha por rezar o “pai nosso” em sala de aula

0

O pai de uma estudante de uma escola de Simões Filho (BA) denunciou a instituição ao Ministério Público. O aposentado José Ivanildo Cabral diz que os estudantes da Escola Municipal Antônio Carlos Magalhães são orientados a rezar o “Pai Nosso” antes das aulas. O MP investiga o caso desde fevereiro de 2015.

José Ivanildo Cabral, que é ateu, acredita que a filha, de seis anos, pode ser induzida a se tornar religiosa pela “orientação” diária. O MP disse que vai recomendar a escola a evitar as práticas religiosas, já que o estado é e deve ser laico.

A Secretário de Educação de Simões Filho, declarou em nota, que não orienta nenhuma prática religiosa dentro das instituições da rede municipal e que o ocorrido na escola Antônio Carlos Magalhães é um fato isolado. A secretaria ainda informou ainda que a direção da escola realiza duas vezes por semana o “momento cívico”. Na oportunidade, os alunos cantam o hino nacional e rezam o “Pai Nosso”. A secretaria considera a oração universal e “sem conotação religiosa”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here