Bebê de apenas 10 meses já tem o peso de uma criança de 9 anos

0

Com 10 meses de vida, o garoto mexicano Luis Manuel Pantoja já tem o peso de uma criança de 9 anos: 30 quilos. De acordo com a família da criança, o sobrepeso tem afetado a vida do menino, que tem sofrido complicações na saúde. Luis Manuel, que vive com os pais no Estado de Colima, veio ao mundo com as medidas de um bebê aparentemente saudável – 52 centímetros e 3,5 quilos. No entanto, não demorou para começar a ganhar peso rapidamente já nos primeiros meses de vida.

“No mês que o nosso filho nasceu, percebemos que ele as suas roupinhas rapidamente passavam a não servir mais, então tivemos que vesti-lo com peças para crianças de 1 ou 2 anos”, contou a mãe, Isabel Pantoja, ao jornal local “El Excelsior”. “Logo começamos a observar que ele continuava a engordar de uma forma muito rápida.”

Conforme a publicação, os médicos que atendem o caso acreditam que o menino tenha a síndrome de Prader-Willi, uma condição genética rara e sem cura, que provoca sobrepeso, atrofia muscular e deficiência intelectual. Esse foi o primeiro registro de ocorrência da síndrome na região.

A suspeita, cuja confirmação ainda dependerá de uma série de exames, tem preocupado a família de Luis Manuel. Afinal, além dos riscos à saúde da criança, as despesas médicas são bastante elevadas. “Em alguns casos, apesar do tratamento, as crianças morreram, mas por parada cardíaca devido ao peso que eles têm”, contou o pai, Mario Pantoja, que tem buscado informações sobre a doença da qual o garoto é vítima.

Ainda nesta semana, o bebê precisou ser levado às pressas a um hospital local, por conta de uma falha no funcionamento de um dos pulmões. Os médicos confirmaram que o incidente resultou da obesidade infantil de Luis Manuel.

O tratamento indicado para esse tipo de caso inclui a aplicação de diversas injeções de hormônio. Cada uma custa 10 mil pesos mexicanos (R$ 1,6 mil). Até agora, o casal já gastou 15 mil pesos (o equivalente a R$ 2 mil) em consultas médicas e exames, dentre outras despesas. Sem condições financeiras, porém, Mario e Isabel têm feito um apelo, por meio da imprensa mexicana, a fim de obter apoio financeiro para custear o tratamento. “Toda a ajuda, pouco ou muito, é boa para ele”, ressaltou o pai.

Outro caso

No mês passado, um caso bastante parecido ganhou destaque nos meios de comunicação da Colômbia. Com 10 meses de idade na ocasião, Juanita Valentina Hernandez já pesava o mesmo que uma criança de 5 anos. Ele tinha apenas 2,7 quilos quando nasceu, mas chegou a 20 quilos antes mesmo de completar 1 ano.

A criança tem passado por testes para detectar os motivos do ganho em excesso de peso. Segundo a mãe de Juanita, Sandra Franco, relatou que com 15 dias de vida a criança já aparentava sinais de obesidade, mas a família não tinha condições de procurar ajuda médica.

Recentemente, uma instituição de caridade colombiana levou a criança do interior para a capital do país, Bogotá, onde uma equipe de especialistas começou um tratamento para combater o problema do sobrepeso excessivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here