Candidatos a prefeito na Bahia receberam repasses da Odebrecht, apontam planilhas

0

Entre os políticos baianos citados em repasses da construtora Odebrecht aparecem quatro ligados a cidades da Região Metropolitana de Salvador (RMS). Os repasses foram direcionados a campanhas para prefeito de Tonha Magalhães (PR), em Candeias, Maurício Bacelar (PTN) e Ademar Delgado (PCdoB), em Camaçari, e Eduardo Alencar (PSD), em Simões Filho, nas eleições de 2012. O maior repasse teria sido empregado na campanha de Bacelar, que recebeu R$ 100 mil em 2012, enquanto que R$ 50 mil foram repassados para cada campanhas de Tonha e Eduardo Alencar. Os valores recebidos por Delgado não foram divulgados. Os dados foram descobertos através de planilhas que estavam com Benedicto Barbosa Silva Júnior, presidente da Odebrecht Infraestrutura, e conhecido no mundo empresarial como “BJ”. As informações são parte da 23ª fase da operação Lava Jato, intitulada de “Acarajé”, ocorrida em 22 de fevereiro. Até o momento, não há informações se os repasses foram legais ou não

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here