Delegado sofre fratura após agressão de militar reformado, diz polícia

0

O titular da delegacia de Polícia Civil do município de Pindaí, região sudoeste da Bahia, Nilo Ebraim, teve o braço fraturado ao ser agredido por um soldado reformado do Exército dentro da unidade policial, na quarta-feira (20).

De acordo com Clécio Magalhães, da 22ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Coorpin), situada na cidade Guanambi, a situação ocorreu quando a companheira do militar prestava queixa contra ele por violência doméstica. O homem foi preso em flagrante e continua detido nesta sexta (22), na sede da 22ª Coorpin.

Segundo a polícia, a mulher do militar foi à delegacia alegando ter sido agredida pelo companheiro e, quando prestava queixa, o homem foi até o local apresentando comportamento agressivo. “Ele [soldado] falou pra ela voltar para residência e, nesse momento, desacatou e ameaçou o delegado. O delegado tentou conter ele. Eles entraram em luta, o delegado tentou mobilizar e fraturou o braço esquerdo”, conta Clécio Magalhães.

A Polícia Militar foi chamada e deu voz de prisão ao suspeito. Segundo o coordenador, o militar ainda ameaçou os policiais militares e danificou o telefone funcional de um deles. O homem foi contido, preso e levado para a 22ª Coorpin. Ele foi autuado pela agressão contra a mulher, com base na Lei Maria da Penha, por lesão corporal grave, por danos ao patrimônio público, por desacato e por resistência à prisão. De acordo com Clécio Magalhães, o militar reformado deve ser encaminhado para uma unidade prisional do Exército.

O delegado foi atendido no hospital municipal de Pindaí e passa bem. Por conta da lesão, o delegado está afastado, cumprindo recomendação médica.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here