Detran e Correios fazem mutirão para entrega do licenciamento e veículos serão recadastrados

0

Para dar mais rapidez à entrega do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia ( Detran-BA) e os Correios iniciam neste fim de semana um mutirão para a distribuição de quase 140 mil documentos, em todo o estado. A decisão foi tomada em uma reunião entre a direção do órgão e representantes da empresa, na última quinta-feira (11), e tem o objetivo de atender à demanda reprimida de condutores que ainda não receberam o CRLV.

Uma falha na logística de distribuição dos Correios provocou o atraso no prazo de recebimento do CRLV, que deveria ser de até 20 dias. A previsão é que a situação seja regularizada ainda este mês. No período, o cidadão tem à disposição o benefício da portaria Detran 223, que permite a substituição do documento pelo comprovante de pagamento, por um prazo de 30 dias.

Segundo a gerente de Vendas Corporativas dos Correios, Cora Azevedo dos Santos, independente da situação atual, existe um índice de devolução dos documentos de 3%, em média, por causa de inconsistências cadastrais de condutores e, no caso de Salvador, da divisão territorial da cidade. “As pessoas mudam de endereço e não atualizam o cadastro no Detran ou usam comprovantes de residência que não têm a chancela dos Correios, o que dificulta a localização do destinatário. O desenho da capital também dificulta, já que os limites de alguns bairros se confundem”, relatou.

O mutirão no órgão de trânsito será acompanhado do desenvolvimento de um projeto de recadastramento de veículos pela internet. A ideia é dar a opção ao cidadão de escolher se quer continuar recebendo o CRLV pelos Correios ou se prefere retirar o documento no Detran. “Já determinamos o reforço do trabalho de impressão dos documentos nos próximos dias, ao mesmo tempo em que uma força-tarefa vai se dedicar exclusivamente ao novo modelo de cadastro, para oferecer mais comodidade ao cidadão”, afirmou o diretor administrativo do Detran, Agnaldo Dantas Neto.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), dirigir sem o licenciamento é considerada infração leve, com multa no valor de R$ 53,20, perda de três pontos na carteira de habilitação e remoção do veículo. A partir de novembro, a multa passa a valer R$ 88,38.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here