Dólar sobe e volta a se aproximar de R$ 3,60

0

O dólar opera em alta frente ao real nesta sexta-feira (22), sustentado pela atuação do Banco Central e com investidores preferindo estratégias mais defensivas enquanto acompanham os desdobramentos da política brasileira.

Às 11h50, a moeda norte-americana opera em alta de 1,64%, vendida a R$ 3,5905.

Operadores também ajustavam-se aos movimentos do câmbio na quinta-feira, quando o tombo dos preços do petróleo alimentou aversão a risco nos mercados globais com o mercado brasileiro fechado devido ao feriado de Tiradentes. O volume de negócios tende a ser reduzido nesta sessão, entre um feriado e o fim de semana.

“O mercado está respeitando o BC e usando de cautela, por causa do quadro político”, afirmou à Reuters o superintendente regional de câmbio da corretora SLW, João Paulo de Gracia Corrêa. “Hoje deve ser um dia de poucos negócios, espremido entre o feriado e o fim de semana”.

O mercado vê o afastamento da presidente Dilma Rousseff como dado e está focado detalhes do governo Temer para lidar com a crise econômica. A perspectiva de uma equipe de formação técnica e de postura econômica mais ortodoxa vem animando o mercado nas últimas semanas.

No dia 20, último pregão da semana antes do feriado, a moeda fechou em alta de 0,12%, cotada a R$ 3,5325 na venda. Na semana, o dólar tem alta de 0,24%. No mês, a divisa acumula queda de 1,77%. No ano, desvalorizou 10,52% frente ao real.

Atuação do BC
O BC vendeu nesta manhã todos os 20 mil swaps reversos, que equivalem à compra futura, que ofereceu em leilão. O banco vem atuando pesadamente no mercado por meio desses instrumentos há semanas, mas diminuiu o ímpeto da atuação nesta semana após a Câmara dos Deputados aprovar o prosseguimento do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

O Banco Central informou no começo da semana que não fará mais leilões de rolagem dos swaps tradicionais que vencem no mês que vem, que equivalem a venda futura de dólares. Com isso, deixará vencer o equivalente a 8,6 bilhões de dólares, que ajudarão a reduzir o estoque de swaps tradicionais, além dos cerca de US$ 31 bilhões de em swaps reversos até agora. O estoque de swaps, no início do mês, estava em torno de US$ 100 bilhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here