Educação empreendedora prepara jovens para o mundo do trabalho

0
A educação empreendedora foi um dos destaques da 4ª Feira de Tecnologias Sociais da Educação Profissional e Tecnológica, realizada dentro do 5º Encontro Estudantil da Rede Estadual, na Arena Fonte Nova. Além dos estandes que envolveram 189 projetos desenvolvidos pelos estudantes dos cursos técnicos de nível médio, a feira teve um espaço dedicado à apresentação de produtos. Os estudantes também puderam realizar intervenções sociais e mostrar como estão sendo preparados para empreender e conquistar o mundo do trabalho.
Os estudantes dos cursos técnicos de nível médio do Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) do Baixo Sul, em Gandu, desenvolveram um chocolate com diferentes teores de cacau, utilizando o fruto orgânico. Já os estudantes do Ceep Luiz Navarro de Brito, em Salvador, serviram receitas saborosas e nutritivas que eles desenvolveram utilizando o tradicional cuscuz. As experiências foram apresentadas na Cozinha Experimental instalada na Feira de Tecnologias Sociais da Educação Profissional e Tecnológica.
De olho nas possibilidades que a tecnologia proporciona aos empreendedores, os estudantes Jefferson de Jesus, 20 anos, e Carol Santana, 17, do Ceep Gestão e Tecnologia da Informação Álvaro Melo Vieira, em Ilhéus, no sul da Bahia, criaram um aplicativo para divulgar o potencial turístico da cidade, o  #APPTour, que pode ser baixado neste link. “A nossa proposta foi criar uma ferramenta que proporcionasse ao usuário uma experiência que unisse entretenimento, aprendizagem, rentabilidade nas atividades turísticas, contribuindo para o desenvolvimento econômico, histórico, cultural e de conscientização do uso da tecnologia digital”, explicou Jefferson.
Os estudantes Gustavo Santos, 17, e Roberto Soares, 18, ambos do curso técnico em Administração do Centro Territorial de Educação Profissional (Cetep) Sertão Produtivo, no município de Caetité, no sudoeste, desenvolveram o robô CTP 02 – robô sobre uma cadeira de rodas feita em canos PVC doados pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here