Estudante de 12 anos é a quarta vítima do ‘maníaco da seringa’ em Salvador

0

Uma estudante de 12 anos foi atacada na manhã desta quarta-feira (19) e é a quarta vítima do “maníaco da seringa”. Ela foi espetada na localidade de Areal, no bairro da Ribeira. A Polícia Civil apura quatro casos de pessoas atacadas com seringas, registrados em dois bairros de Salvador, três deles ocorridos no bairro da Ribeira.

De acordo com a delegada Ana Virgínia Paim, titular da 3ª Delegacia (Bonfim), a estudante passava com uma colega na Rua Aníbal da Silva Garcia, quando um homem negro, de estatura baixa e de porte atlético, espetou seu braço esquerdo e em seguida fugiu correndo.

Na tarde de ontem (18), uma operadora de caixa, 41, procurou a unidade policial para registrar ocorrência informando que havia sido atacada por um homem, o qual não soube descrever, na Rua Lélis Piedade, por volta das 14h. Um mês antes, no dia 18 de setembro, um motorista de ônibus também procurou a 3ª DP (Bonfim), depois de ser ferido por um passageiro.

O motorista afirmou ter sido atacado no rosto com uma seringa, por um homem, de cor parda, estatura mediana e cabelos pretos, que o abordou pelas costas, enquanto ele dirigia um ônibus no bairro da Ribeira. A delegada Ana Vírginia Paim, que investiga os casos informou que não há elementos que liguem os crimes e que as vítimas descrevem autores com características diferentes, o que dificulta a identificação.

Já na 1ª DP (Complexo dos Barris), apenas um caso foi registrado, no dia 8 de Outubro, quando um soldado do Exército procurou a unidade policial depois de ser ferido no braço, na Avenida Joana Angélica, no Centro, por um homem. A vítima também não forneceu características físicas que pudessem auxiliar na identificação do autor.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here