Estudantes da rede estadual encerram ano letivo 2017

0

O ano letivo 2017 na rede estadual chega à sua reta final e os estudantes que passaram direto tiveram, nesta quarta-feira (13) o último dia de aula de acordo com o calendário oficial da Secretaria da Educação do Estado. A quinta-feira (14) vai ser dedicada ao Conselho Escolar e o período de recuperação será de 15 a 20 de dezembro. Nas escolas, o clima hoje foi de despedida do ano letivo de 2017. No Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Salvador (CJCC), localizado no Colégio Estadual da Bahia (Central), no bairro de Nazaré, os estudantes que fazem a oficina de Robótica comemoravam o êxito nos estudos regulares e a participação nas oficinas oferecidas pelos CJCC.

Publicidade

Foi o caso de Laimane Varjão, 18, que concluiu o 2º ano do Ensino Médio no Colégio Estadual Padre Palmeira, em Mussurunga, e faz a oficina de Robótica no CJCC, no turno posto ao ensino regular. “Estou muito alegre por ter passado direto, até porque já passei por recuperação no ano anterior e passar direto é uma vitória. Neste ano, eu acho que amadureci bastante com relação aos estudados, que passaram a ser em primeiro lugar na minha vida”, afirmou, ao destacar a importância do Centro Juvenil no seu processo de ensino e aprendizado. “Já tenho dois anos no CJCC e desde que entrei, vi os estudos como algo muito melhor. A Robótica me ajudou a me interessar mais pela tecnologia, a estudar e a me aprimorar das coisas que não tinha vontade”.

O estudante Ítalo Gabriel, 15 anos, que vai para o segundo ano do Ensino Médio, no Central, participa das oficinas de Robótica, Inglês, Games e Aplicativos no CJCC. Para ele, as oficinas foram essenciais para o seu bom desempenho no Ensino Médio. “Meu ano foi bastante positivo, acabei fazendo amigos e conhecendo estas áreas de oficinas o que me ajudou bastante na escola regular, porque aqui no CJCC aprendo um pouco de tudo, aprendo sobre as escolas e também a convier em grupo, ter novas ideias e a ganhar maturidade para a vida”, afirmou, ao falar do que está sentindo. “Vou sentir muitas saudades da galera, mas já estou na expectativa de 2018”, afirmou.

O diretor do CJCC de Salvador, Alcides Magalhães, disse que 2017 foi um ano especial para o Centro que ofertou 22 oficinas e atendeu a cerca de 1.200 alunos. “Este foi um ano de muita felicidade porque conseguimos marcar presença em eventos importantes como a Campus Party e o 5º Encontro Estudantil da Rede Estadual. O mais importante é saber que os estudantes cumpriram sua jornada e deram um salto qualitativo educacionalmente e como cidadãos, por meio de uma educação pública com inovação e transformada”, afirmou.

No Colégio Estadual Rotary, no bairro de Itapuã, em Salvador, o professor de História, Lázaro do Espírito Santos, também fez um balanço positivo sobre o ano letivo de 2017. “No geral, o nosso colégio desenvolveu uma série de atividades pedagógicas importantes, com destaque para a Flicor (Feira Literária do Colégio Rotary), um projeto multidisciplinar que mobilizou toda a comunidade escolar, bem como o I Ayomicida, evento multicultural voltado à temática da consciência negra”, relatou o educador.

Conquistas

O diretor do Rotary, Erweuter Volkart, destacou os avanços pedagógicos e citou as parcerias com o Balcão da Cidadania; o Rotary Clube da Bahia; e as instituições da própria comunidade, como a Casa da Música. “Também promovemos a nossa segunda feira literária, com a participação de escolas municipais; fizemos o nosso festival desportivo-cultural homenageando os municípios do interior; e realizamos o nosso desfile da beleza negra e a Expo Saúde, além de termos tido outras conquistas paralelas, como por exemplo ter ganhado o campeonato de handebol do JERP (Jogos Estudantis da Rede Pública) ”, enumerou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here