Fugitivo de presídio é capturado, mas escapa novamente de carceragem

0

O homem suspeito de cometer ao menos dez estupros na cidade de Vitória da Conquista, região sudoeste da Bahia, e que estava foragido desde a manhã de sábado (12) do Presídio Nilton Gonçalves, foi localizado por policiais no início da tarde deste domingo (13). O detento foi encaminhado ao Distrito de Segurança Pública (Disep) da cidade, mas conseguiu fugir de lá poucas horas depois da prisão.

Segundo explica o delegado responsável Marcus Vinícius Oliveira, o homem conseguiu quebrar a algema, entortar a grades e fugir mais uma vez. Uma nova força-tarefa em busca do suspeito foi imeadiatamente iniciada e ele foi localizado logo depois em uma residência a cerca de dois quarteirões do Disep.

“Como ele é suspeito de estupros, foi colocado em uma cela isolada para evitar agressão praticada por outros presos. Lá ele conseguiu quebrar a algema, entortar as grades e fugir”, relata o delegado.

A primeira localização do fugitivo, após fuga do presídio, foi realizada quando ele estava na rua, no Bairro das Pedrinhas, em Vitória da Conquist, por volta do meio-dia deste domingo.

De acordo com o delegado, durante a noite e a madrugada, período em que o homem permaneceu desaparecido, três casos de estupro foram registrados na cidade. A Polícia Civil vai ouvir as vítimas e investigar se os crimes podem ter relação com o suspeito.

Fuga do presídio
O detento de 34 anos fugiu do Presídio Nilton Gonçalves, localizado em Vitória da Conquista, na região sudoeste da Bahia, durante a manhã de sábado (12). De acordo com o diretor da unidade, Alexsandro Oliveira, o homem escapou durante o banho de sol. Ele estava preso há 30 dias e responde por suspeita de estupros, além de já ter passagens pelo sistema carcerário, onde cumpriu pena por roubo.

Conforme Oliveira, a investigação inicial aponta que o detento se aproveitou do momento em que um policial militar não estava na guarita e pulou o muro. O diretor informou que vai instaurar um processo administrativo para averiguar os detalhes da fuga.

O major Silvio Berlink, comandante da 78ª Companhia Independente de Polícia Militar, responsável pela policiamento no presídio, declarou já ter conhecimento do caso. Disse ainda que vai apurar as circunstâncias, ouvir todos os policiais de guarda no horário em que ocorreu a fuga e verificar as responsabilidades para tomar as medidas cabíveis.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here