Jovens achados mortos em Itinga estavam desaparecidos há 3 dias; família recebeu vídeos de agressões

0

Os jovens encontrados mortos no sábado (18), no bairro de Itinga, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, estavam desaparecidos desde o dia 15 de novembro.

Conforme a delegada, os rapazes foram identificados como Micael Nascimento dos Santos, 21 anos, e Emerson Rocha Pereira, 22. A polícia investiga o crime. Até agora, ninguém foi preso.

Segundo a polícia, os familiares dos jovens receberam um vídeo, por celular, que mostra as agressões contra as vítimas e também os corpos após a morte.

De acordo com Elaine Laranjeira, os familiares de Micael e Emerson chegaram a fazer um apelo em programas de televisão para que os corpos deles fossem localizados. A origem do vídeo que mostra as agressões é apurada pela polícia.

Os corpos dos jovens foram liberados do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Salvador, no domingo (19) e na segunda-feira (20). Os sepultamentos foram realizados na cidade de Camaçari, também na região metropolitana da capital.

A polícia ainda não sabe a motivação do crime. Segundo a delegada Elaine Laranjeira, Micael e Emerson eram amigos. Os dois moravam em Camaçari, mas estavam passando uns dias em Itinga. Micael tinha uma recente passagem pela polícia por porte ilegal de arma, informou a delegada.

Segundo Elaine Laranjeira, a família do jovem disse que ele também tinha sofrido uma tentativa de homicídio há cerca de dois meses. Emerson não tinha passagem pela polícia.

Caso

Os corpos de dois homens foram encontrados carbonizados, na noite de sábado (18), em Itinga, bairro de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador.

Segundo informações da Polícia Militar, as duas vítimas foram encontradas na Rua Gerino Souza Filho. Testemunhas contaram aos policiais que um carro passou no local e deixou os corpos na rua.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here