Juazeiro: vereador é eliminado de concurso público por celular tocar na hora da prova

0

O vereador de Juazeiro, Alex Tanuri (PSL), foi desclassificado do concurso público para auditor fiscal da prefeitura municipal que ocorreu neste domingo (24), porque seu aparelho celular tocou durante a realização da prova. Em entrevista ao Bahia Notícias, o legislador reconheceu ter violado as normas do certame. O edital do concurso estabelece que o candidato pode ser eliminado caso, durante a prova, aparelhos eletrônicos como “celular, aparelhos eletrônicos ou relógio de qualquer espécie” emitam algum tipo de ruído, “mesmo que devidamente acondicionado no envelope de guarda de pertences”. De posse de dois celulares, um pessoal e outro utilizado no exercício de suas funções como vereador, Tanuri contou ter colocado apenas um deles no recipiente distribuído pela organização do certame. O outro aparelho continuou no bolso do short que usava. Durante a prova, este celular tocou e o vereador foi sumariamente eliminado. Irritado com a forma como o caso foi divulgado pela imprensa local – segundo ele, houve uso político do fato – o vereador prometeu tomar medidas judiciais contra veículos de comunicação da cidade. “Eu estou tomando providências cabíveis. Algumas pessoas não sabem como divulgar as coisas. Estou tomando as providências cabíveis”, afirmou. Em nota, Tanuri negou ter cometido fraude. “O fato de eu estar fazendo uma prova de concurso público portando um celular no bolso da bermuda, por si só, não caracteriza nenhum tipo de infração penal, nem crime nem contravenção penal. O que houve foi apenas um lapso da minha parte no momento de ingressar nas dependências do concurso público e esqueci de retirar o celular do bolso. Porém quero deixar claro que em nenhum momento utilizei o celular para qualquer finalidade”, justificou.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here