Mutirão de catarata deixa pacientes cegos

0

Um mutirão de cirurgias de cataratas no Hospital de Clínicas do Alvarenga, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, infectou 21 dos 27 pacientes que se submeteram ao procedimento. A Secretaria Municipal de Saúde admite que parte dos infectados ficou cega, mas não informa o número exato.

As operações foram realizadas no último sábado, dia 30. As reações nos pacientes começaram no dia seguinte.

A secretaria classificou as complicações como um “episódio pontual” e informou que houve um “evento adverso” nas cirurgias, o que causou a “infecção ocular”. Os procedimentos foram feitos, segundo o órgão, por médico de empresa terceirizada pelo município.

A pasta afirmou ainda que foi aberta sindicância para apurar o caso e que vem tomando medidas de assistência aos pacientes e familiares. No ano passado, houve 946 cirurgias de catarata sem registro de complicações, segundo a secretaria.

Em janeiro, Zero Hora contou a história de pacientes de Encantado, no Rio Grande do Sul, que fizeram uma cirurgia para remover a catarata e perderam a visão. Eles foram infectados pela bactéria Pseudomonas aeruginosa durante procedimento no Instituto Oftalmológico da cidade.

Após inspeção, em dezembro, a Vigilância Sanitária concluiu que “houve falhas nos processos de trabalho e esterilização de materiais, havendo descumprimento da legislação sanitária” e interditou parcialmente a clínica.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here