“Não entendi nada até agora”, critica líder do PP-BA sobre desembarque da base

0

Em entrevista ao Itaberaba Notícias, concedida há duas semanas, pelo deputado Luís Augusto, o líder do PP-BA afirmou que o partido permaneceria apoiando a gestão da presidente Dilma Rousseff: Líder do PP-BA critica impeachment: “Se cada pedalada tirasse um político, não sobraria ninguém”. Na noite desta terça-feira (12), Os deputados que compõem a bancada do PP na Câmara anunciaram o desembarque do partido da base aliada do governo federal, além de  declararem apoio ao impeachment da presidente.

Questionado pelo IN, na tarde desta quarta (13), sobre o que teria acontecido, para uma mudança tão repentina no cenário que compõe uma decisão de extrema relevância no partido, em apenas 14 dias, Augusto afirmou:  “Não entendi nada até agora. De ontem pra cá não conversei com os deputados federais da Bahia, eles terão uma reunião hoje em Brasília, pra decidir algumas coisas. No caso, sou partidário, o que eles [os deputados] decidirem, vou aceitar”.

Indagado se a não concordância do partido (na Bahia) em romper com o governo federal, tem gerado algum clima de discussão com o restante da cúpula, o deputado afirmou: “As pessoas [os deputados], estão tomando suas decisões, o próprio líder do PP (líder do partido na Câmara, Aguinaldo Ribeiro), se viu na obrigação de acompanhar a decisão. O que o partido decidir estou topando”.

Entre outros assuntos, uma das pautas que estarão em evidência na reunião do partido, na tarde desta quarta (13), é a liberação  para que os deputados tenham liberdade para votar contra ou a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Sobre a situação do governo federal diante da debandada recente de mais dois partidos aliados PP e PRB, o deputado afirmou: “Com a saída desses dois partidos, a situação complicou. A imagem que eu tinha há dez dias atrás, hoje é muito diferente. Eu acho muito difícil a situação da presidente hoje… O período de conversar já passou, a decisão agora é mais difícil, a pressão só aumenta, tando da população quando dos setores”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here