Parte de mototaxistas farão protestos contra prefeitura de Salvador

0
O Sindicato dos Mototaxistas e Motociclistas da Bahia (Sindmoto) fará uma assembleia ainda esta semana para definir as ações contra a atitude do prefeito ACM Neto (DEM), que não permitiu a participação da entidade no evento de lançamento da proposta de regulamentação da categoria, ocorrida na manhã desta quarta-feira (20).  Além do Sindmoto, a Federação dos Mototaxistas da Bahia também não foi autorizada a participar da atividade realizada na prefeitura, apenas representantes de algumas associações.
De acordo com o presidente do Sindmoto, Henrique Baltazar, o impedimento pode estar relacionado ao não atendimento das demandas dos motociclistas, apresentadas ao prefeito anteriormente. “Fomos ouvidos, negociamos, apresentamos um projeto de regulamentação bom e agora na hora de apresentar formo misteriosamente fomos proibidos de entrar. Tudo indica que eles mexeram no nosso projeto e nós não vamos aceitar que a categoria seja prejudicada.”, destacou.
Entre as propostas dos motociclistas estão: integração com todas as áreas da cidade, incluindo pontos de ônibus e de táxis; 6 anos de vida útil do veículo e, atingindo o prazo, podendo ser substituído por outro com até 3 anos de fabricação; entre outros.
O vereador Everaldo Augusto (PCdoB), autor de um Projeto de Indicação à Lei Orgânica do Município que cobra desde 2013 a regulamentação da atividade com base na Lei Federal, criticou a postura do prefeito. “A atitude do prefeito é uma violência contra estes trabalhadores e mostra, mais uma vez, a natureza do “Carlismo” na Bahia”, disse.
link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here