Peritos aprovados no concurso do DPT iniciam curso de formação

0

Os 130 aprovados no concurso do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de 2014 iniciaram, na manhã desta terça-feira (29), no auditório da instituição, em Salvador, o curso de formação que vai prepará-los para atuarem nas coordenadorias regionais. O secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, deu as boas-vindas e apresentou aos futuros peritos o conceito do Programa Pacto Pela Vida.

“O fortalecimento do quadro do DPT é uma grande vitória para a segurança pública e para a Bahia. Também estamos renovando o efetivo da Polícia Civil, o que representará, juntamente com a formação destes novos peritos, um grande avanço da nossa pasta em todo o estado”, destacou Barbosa.

Para o diretor da instituição, o perito criminal Élson Jéffesson, o contato dos alunos com a rotina do departamento irá facilitar o aprendizado. Sobre a ampliação do quadro de servidores, ele explicou que “isto faz parte do projeto de interiorização da polícia técnica”. O diretor observou ainda que “passamos por uma mudança de paradigma, investimos na parte estrutural e física, com a instalação de laboratórios nos municípios, e agora vamos preparar novos profissionais para melhorar a eficiência e a eficácia da polícia científica no estado”.

Capacitação

Além dos 130 aprovados, outros sete alunos participam da capacitação, totalizando 40 peritos criminalísticos, 67 peritos médico-legais, 10 peritos odonto-legais e 21 peritos técnicos. Pela primeira vez, o curso, com duração de três meses, será realizado integralmente nas dependências do DPT.

Durante a aula inaugural, os futuros peritos conheceram a importância da prova técnica para o trabalho policial. “É o perito que valida todos os elementos probatórios constituídos numa investigação”, pontuou a delegada Kátia Brasil, diretora da Academia da Polícia Civil, unidade responsável pela capacitação dos futuros servidores.

Um dos alunos, o médico Walter Clério da Silva Júnior, 36 anos, que vai atuar na região oeste do estado, afirmou estar ansioso para iniciar o trabalho e confessou que sempre teve vontade de exercer a medicina nesta área da segurança pública. “O que iremos fazer é muito importante para o desempenho da polícia judiciária”, ressaltou.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here