PT perde e ganha quatro prefeitos na Bahia: ‘não tem desgaste’, avalia presidente

0

O Partido dos Trabalhadores perdeu e ganhou quatro prefeitos durante a janela eleitoral, mesmo com todo o desgate da legenda, que tem sido acossada, nos últimos anos, por escândalos de corrupção como o mensalão e o petrolão, alvo da Operação Lava Jato e que arrasta as principais figuras da legenda para o entorno do furacão. Em 2012, a legenda fez 94 prefeitos na Bahia. Os números, segundo o presidente da agremiação, Everaldo Anunciação, mostram que “não há desgaste” na base do partido. “A entrada e saída aqui na Bahia foi muito tranquila. Tivemos, também nesse período, nomes se dispondo a representar o PT nas eleições deste ano. Não tivemos nenhuma dificuldade em relação a base”, analisou. Os prefeitos que deixaram a legenda trabalhista foram os gestores de Maracás, Paulo Sérgio dos Anjos, de Iuiu, Carlos Vagner Lopes Frota, de Central, Uilson Monteiro da Silva e de Camaçari, Ademar Delgado. Em contra partida, os prefeitos de Una, Diane Brito, Teodoro Sampaio, Akira Suga, e Candeal, Fernando Nere, ingressaram na legenda. O quarto gestor é o vice-prefeito de Gandu, Djalma dos Santos, que já era da legenda e assumiu após a renúncia de Ivo Sampaio Peixoto

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here