SAC completa 20 anos como serviço de referência internacional

0

Oferecendo mais de 800 serviços nas 57 unidades espalhadas na capital e também em diversos municípios do interior da Bahia, o Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) completa, no mês de setembro, 20 anos. Ao longo das últimas duas décadas, o modelo de prestação de serviço da Secretaria da Administração do Estado (Saeb) se tornou uma referência e hoje é adotado em 24 estados brasileiros, no Distrito Federal, e em países como Portugal, Colômbia e República Dominicana, além de ter rendido prêmios de reconhecimento internacional ao órgão, como da Organização das Nações Unidas (ONU).

link-zap
Loading...

Para marcar a comemoração dos 20 anos do SAC baiano, servidores e representantes de 14 estados brasileiros foram recebidos, na manhã desta sexta-feira (25), no auditório do Hotel Catussaba, em Salvador, onde trocaram experiências e discutiram novas formas de melhorar ainda mais o serviço prestado à população. A programação de aniversário também inclui homenagem aos servidores e discussões sobre as novas perspectivas de acesso do cidadão e inovações na prestação de serviços públicos.

De acordo com o secretário da Administração, Edelvino Góes, o SAC é um exemplo de inovação radical do serviço público e que tende a avançar, tanto na ampliação da rede, quanto na modernização. “Nosso foco é a melhoria contínua. Temos um cidadão cada vez mais exigente, que demanda mais qualidade em curto prazo, e estamos caminhando para, de forma gradual, a integração com a prestação de serviço de base tecnológica, com a utilização dos meios eletrônicos, e esse é o nosso atual desafio”, afirmou o secretário.

Rede SAC

Com cerca de 175 milhões de atendimentos já realizados desde a fundação, em 1995, a rede possui atualmente 57 unidades de prestação de serviço, entre 15 postos fixos em Salvador e região metropolitana, outros 20 em cidades do interior, além de 19 Pontos Cidadão e três carretas do SAC Móvel. Isso possibilita que a população baiana tenha acesso onde for mais cômodo e mais perto de sua residência, ainda que na própria cidade não haja unidade.

Para a diretora operacional do SAC, Carla Santiago, os serviços levam mais do que documentação para o povo baiano, levam cidadania. “O documento, por exemplo, é um meio para que a pessoa possa exercer a cidadania plena, ser identificada por um sistema, participar de projetos sociais, entre outras coisas. Levar isso é uma forma também de mudar a sociedade”, contou a diretora.

Entre as inovações dos últimos anos, destacam-se a associação de serviços estaduais com municipais, de órgãos federais ou ainda instituições privadas, todos num mesmo lugar; o sistema de atendimento por hora marcada, o que reduz as filas e o tempo de espera pelo público; a implantação de terminais de autoatendimento com acesso ao Portal SAC; e o lançamento do aplicativo SAC Mobile, que permite o acesso ao portal através de tablets e smartphones. As mudanças visam, sobretudo, uma melhoria do atendimento e uma expansão do alcance dos serviços à população baiana.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here