“Se virar ministro, Lula assina confissão de culpa”, diz Aleluia

0

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA), diante dos rumores de que o Palácio do Planalto estaria planejando levar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o ministério do governo Dilma com o objetivo de o ex-presidente ganhar foro privilegiado, e livrar-se do juiz federal Sérgio Moro. “Lula assinará sua confissão de culpa, se aceitar ser ministro da presidente Dilma para não ser preso”, disse o deputado.

“Se querem botar Lula ministro, então, que lhe coloquem no Ministério da Justiça, porque assim ele vai tentar controlar a Polícia Federal”, ironizou Aleluia. “Lá o ex-sindicalista terá a oportunidade de esclarecer as questões do triplex e do sítio”, completou.

O deputado baiano é membro titular da Comissão Parlamentar de Inquérito que vai investigar as denúncias de fraude contra a Receita Federal. Requerimentos de autoria dele oram protocolados, convocando Lula e o filho Luiz Cláudio a prestar depoimentos na CPI do Carf. “Lula e Luiz Cláudio vão ter a oportunidade de se explicarem. Se provarem que são santos, eu vou aplaudi-los. Por isso, eles devem se preparar para responder a todos os questionamentos de maneira verdadeira, porque perjúrio em CPI é cadeia”, afirma.

A CPI do Carf foi criada na esteira da Operação Zelotes, da Polícia Federal, que investiga um dos maiores esquemas de sonegação fiscal já descoberto no país: a compra de decisões do Carf com o fim de reverter, ou até mesmo anular, multas aplicadas pela Receita Federal. O Carf é o Conselho de Administração de Recursos fiscais, órgão do Ministério da Fazenda que tem a função de julgar a legalidade de multas e cobranças tributárias aplicadas aos contribuintes pela Receita Federal.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here