Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Campus Seabra do IFBA: confira a programação e participe

0

De 4 a 6 de novembro, o Campus Seabra do Instituto Federal da Bahia (IFBA) realiza uma série de atividades em homenagem à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). Com o tema “Luz, Ciência e Vida”, o evento é aberto ao público e gratuito, e conta com oficinas, mesas-redondas, cine-debate, palestras, sessão de pôsteres (com exposição de projetos de pesquisa e extensão), além de Feira de Ciência, espaço para experimentos e demonstrações. Durante todos os dias, haverá apresentações culturais. Os interessados poderão se inscrever em breve através deste link.

Ao lado dos professores e estudantes do IFBA, profissionais convidados contribuirão com as discussões. Dentre os assuntos que serão debatidos, estão a história da luz, os desafios da astronomia, o uso de games na educação e das redes sociais para resolução de problemas urbanos, parto humanizado, combate à opressão relacionada à orientação sexual, o papel da mulher na ciência, reprodução e métodos contraceptivos. No último dia, 6/11, o observatório astronômico e itinerante da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) estará na Praça de Eventos de Seabra, para os “curiosos” verem o céu com outros “olhos”.

link-zap
Loading...

Segundo o professor de física e coordenador da SNCT no IFBA-Seabra, Nelson Costa, a III SCT do campus pretende promover a divulgação científica e tecnológica na região da Chapada Diamantina, aproximando o assunto da população, através da participação de crianças e jovens em torno das atividades que serão oferecidas. “Será uma oportunidade, também, para o IFBA divulgar as ações realizadas, ratificando o compromisso da instituição com o desenvolvimento sustentável e a inclusão social”, comenta.

Fique por dentro
A SNCT é um evento realizado em todo o território nacional, organizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), em parceria com o Departamento de Difusão e Popularização da Ciência e Tecnologia (DEPDI), além de contar com a colaboração de secretarias estaduais e municipais, agências de fomento, espaços científico-culturais, instituições de ensino e pesquisa.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here