Sindsaúde denuncia ao Ministério Público suspensão de atendimento no Iperba

0

O Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado da Bahia (Sindsaúde-Ba) junto com o Ministério Público do Estado (MPE) protocolaram um pedido de apuração e adoção de medidas para as constantes suspensões de atendimento que vem acontecendo no Instituto de Perinatologia da Bahia (Iperba), no bairro de Brotas. Uma manifestação será realizada, pela entidade, na próxima quarta-feira (3), às 10h, em frente à unidade, para discutir as condições de trabalho e o funcionamento do local.

A entidade recebeu denúncias de servidores da unidade que, desde dezembro, a direção da maternidade vem emitindo comunicados para a população e para a Central Estadual de Regulação, informando que o atendimento está sendo suspenso por falta de profissionais médicos. As suspensões dos atendimentos têm ocorrido quase toda semana.

Entre as denúncias no documento enviado ao MPE, estão o elevado déficit de profissionais de outras categorias que compõe a equipe de saúde, inclusive técnicos administrativos. Essa situação tem gerado sobrecarga de trabalho, exigindo a realização de dobras frequentes nas escalas de auxiliares e técnicos de enfermagem. A entidade denuncia também que existe unidade de internamento com seis leitos fechado há cerca de um ano. Além disso, também é denunciada a precariedade da estrutura física cujas instalações apresentam goteiras, infiltrações e mofo nas paredes.

A diretoria do Sindsaúde-Ba está preocupada com a situação, uma vez que o Iperba é uma das maternidades mais antigas e procuradas pelas gestantes, sendo referência inclusive em gestação de alto risco. A entidade se reuniu com os servidores da unidade no dia 21 de janeiro, quando foi formada uma comissão de trabalhadores que ficarão responsáveis pela mobilização interna na unidade para a luta por melhores condições de trabalho e em defesa da assistência à população.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here