SSP registra diminuição no tempo de atendimento a denúncias pelo 190

0

Nos últimos três anos, os investimentos do Governo do Estado em tecnologia para a segurança pública garantiram a redução do tempo de atendimento ao cidadão que faz denúncias através do número 190. De acordo com o superintendente de Telecomunicações da Secretaria da Segurança Pública do Estado, tenente-coronel Antônio Carlos Magalhães, o tempo para atendimento aos chamados foi reduzido de 34 para cerca de 22 minutos. Para o militar, a maior rapidez da ação policial é resultado de uma mudança de concepção e combinação de novos equipamentos tecnológicos com a qualificação de efetivos.

Publicidade

“Nós fizemos investimentos em todas as partes. Quando pensamos em reduzir esse tempo de resposta, envolvemos o nosso público interno e os representantes de todas as unidades ligadas à Segurança Pública. Capacitamos e orientamos para que o atendimento fosse mais célere. A renovação dos equipamentos também foi decisiva. Hoje a comunicação entre as policias e a comunidade está mais eficiente”, afirma Magalhães.

Com atuação sempre focada na preservação de vidas e de patrimônios, a Segurança Pública conta com 795 câmeras espalhadas por todos os bairros da capital, viaturas, helicópteros e conta com um efetivo de quase 40 mil homens, entre profissionais das policias civil, militar e técnica, e Corpo de Bombeiros. Também coordena 12 Centros Integrados de Comunicação (Cicom), nas cidades de Alagoinhas, Porto Seguro, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Itabuna, Jequié, Itaberaba, Ibotirama, Juazeiro, Paulo Afonso, Senhor do Bonfim e Santo Antônio Jesus.

Em Salvador, o Centro de Operações e Inteligência 2 de Julho é destaque, com monitoramento de todo o território. Do local é possível vigiar ruas e fachadas de estabelecimentos comerciais. As imagens são utilizadas estrategicamente pelas forças de segurança e outros órgãos públicos que atuam no local.

Seminário Nacional

Nesta terça (16) e quarta-feira (17), empresários e profissionais das áreas de segurança pública e telecomunicações participaram do 1° Seminário Nacional de Telecomunicações em Segurança Pública, que teve como tema ‘Comunicação Operacional para Proteger e Salvar Vidas’. Assuntos como diminuição do tempo de atendimento de urgência e emergência para o cidadão, o que fazer para evitar o uso de celulares em presídios, como agir de maneira mais eficiente para a garantia da ordem pública com o uso da tecnologia e outros temas ligados à Segurança Pública foram discutidos no evento realizado no Centro de Operações e Inteligência 2 de Julho, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.

O seminário contou com uma pequena exposição de equipamentos na entrada do auditório, mostrando a evolução dos equipamentos da área, e garantiu a oferta de palestras sobre inovação nas telecomunicações, uso do bloqueio do sinal de celular em presídios, e atendimento de urgência e emergência de segurança pública e defesa social.

O evento dá segmento a um conjunto de ações, que visa prover, aos órgãos de segurança pública e defesa social do estado, recursos tecnológicos com o propósito de aprimorar o trabalho e atendimento à sociedade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here