Único deputado do PMB na Câmara Federal defende impeachment de Dilma Rousseff

0

O deputado Weliton Prado (PMB-MG), único representante do partido, defendeu o impeachment da presidente Dilma Rousseff por ela ter cometido “estelionato eleitoral” ao não cumprir o que prometeu na eleição de 2014. Ele afirmou, porém, que a saída da presidente não vai resolver a situação econômica do Brasil. “Vou votar favorável [ao impeachment], mas consciente que o impeachment não vai resolver, que a saída do Brasil seria a constituinte exclusiva, seguida de eleições diretas”, disse Prado. O PMB foi o último dos 25 partidos a falar sobre a admissibilidade da denúncia por crime de responsabilidade contra Dilma Rousseff.

Prado também criticou o vice-presidente, Michel Temer, por ter se aproveitado da crise econômica e da baixa popularidade do governo Dilma para chegar à Presidência. “É igual vampiro. Com baixa imunidade, a Dilma ficou desprotegida. Ele esperou no primeiro mandato e não deu para atacar. No segundo mandato, ele viu que o governo fragilizou. O vampiro Drácula foi lá e atacou”, descreveu.

Outra reclamação de Prado foi com relação à negociação de cargos feitas pelo Executivo e pelo vice-presidente. “Acho absurdo que o governo está negociando cargos à vista e o vice está negociando cargos a prazo. Isso é deplorável”, afirmou. Ele disse que Temer, caso venha a chegar à Presidência, terá sua oposição todos os dias do ano.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here