Vereador e PMs são presos suspeitos de execução por vingança na Bahia

0

Um vereador e dois policiais militares tiveram mandados de prisão temporária cumpridos durante uma operação realizada nesta terça-feira (1º). Eles são suspeitos de envolvimento na execução de um homem para vingar a morte de um primo do edil na cidade de Crisópolis, a 220 quilômetros de Salvador. A informação foi divulgada pela assessoria de comunicação da Polícia Civil da Bahia.

Além dos presos, outros três homens são suspeitos de participar do crime, mas estão foragidos. Entre eles, um homem identificado como “Dei”, que é primo do vereador, e “Irmão de Bobinha”, tio do edil. Outro suspeito é o gerente de banco Danilo Oliveira da Silva, que também é da família do vereador e já teve o mandado de prisão expedido pela Justiça.

De acordo com a investigação, o vereador Ednaldo Moreira da Silva, conhecido como “Naldo Vereador”, de 34 anos, teria planejado o crime junto com o tio, Gonçalo Moreira Guimarães, de 54 anos, que também foi preso.

Ambos teriam contratado o soldado PM Jaguaracy Sá Teles de Freitas, lotado na Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE-LN), e o policial militar da reserva Evandro de Sousa Alves, para executarem o crime.

O homem morto pelos policiais foi Edmilson Araújo dos Santos, que teria assassinado o primo do vereador Ednaldo, José Wilson Pinheiro de Souza Júnior, com duas facadas, no dia 7 de novembro, em Crisópolis, após uma discussão em uma festa.

Durante a operação foram apreendidos um revólver calibre 38, e munições de diversos calibres, na residência de Jaguaracy, no bairro Olindina, em Crisópolis. A arma será periciada para saber se foi a mesma utilizada no assassinato de Edmilson. O corpo dele foi encontrado no dia 9 de novembro, numa plantação de eucalypto de uma fazenda na mesma cidade onde foram presos. A polícia acredita que o crime tenha acontecido no dia anterior.

Os presos suspeitos de envolvimento no crime foram conduzidos à 2ª Coordenadoria Regional de Policial do Interior (Coorpin) de Alagoinhas. Ednaldo e Gonçalo permanecerão custodiados na carceragem da unidade policial, à disposição da Justiça. Jaguaracy e Evandro serão apresentados à Corregedoria da Polícia Militar.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here