Bolsonaro é condenado após discurso contra população negra

0

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) foi condenado a pagar R$ 50 mil por danos morais coletivos a comunidades quilombolas e à população negra em geral. O valor deve ser revertido em favor do Fundo Federal de Defesa dos Direitos Difusos.

Em sentença publicada na última segunda-feira (2) pela juíza Frana Elizabeth Mendes, da 26ª Vara Federal do Rio de Janeiro, analisou a ação movida pelo Ministério Público Federal do Rio de Janeiro e afirmou que ficou evidenciado no discurso feito em abril deste ano a “total inadequação da postura e conduta praticada pelo réu, infelizmente, usual, a qual ataca toda a coletividade e não só o grupo dos quilombolas e população negra em geral”.

Segundo os procuradores da República, Bolsonaro distorceu informações e fez uso de “expressões injuriosas, preconceituosas e discriminatórias com o claro propósito de ofender, ridicularizar, maltratar e desumanizar as comunidades quilombolas e a população negra”. Durante sua fala, o parlamentar carioca prometeu acabar com reservas indígenas e comunidades quilombolas caso seja eleito presidente em 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here