Candidato é morto a tiros e vice-governador de Goiás é baleado em carreata

0

O ex-prefeito e candidato à prefeitura de Itumbiara (GOJosé Gomes da Rocha (PTB), o Zé Gomes, foi morto a tiros durante carreata eleitoral nesta quarta-feira (28) na cidade, localizada a 204 quilômetros de Goiânia. O vice-governador de Goiás, José Eliton (PSDB), participava do ato e também foi baleado. O advogado da prefeitura de Itumbiara, Célio Rezende, também foi atingido.

O crime aconteceu por volta das 18h, quando o carro que levava o candidato e o governador em exercício passava pela avenida Modesto de Carvalho, próximo ao bairro Novo Horizonte. O autor dos disparos e um policial militar morreram minutos depois do atentado em tiroteio.

tirorr

Um vídeo enviado por um internauta mostra o momento em que o servidor público Gilberto Ferreira do Amaral, 53, disparou contra a carreata. É possível ouvir os tiros na avenida repleta de motociclistas, que acompanhavam a carreata com bandeiras.

“Ele dirigia o carro na direção contrária à carreata. Ninguém percebeu o que ele iria fazer até que se ouviu os disparou”, afirmou o internauta, que prefere não se identificar. “Deu para ouvir uma sequência muito grande de disparos. Depois, foi a vez de um dos seguranças da carreata reagir e aí teve mais tiros”, acrescentou.

José Eliton levou dois tiros na região abdominal. O vice-governador passou por uma cirurgia e não corre risco de morte. Ele foi levado de helicóptero a Goiânia, e será internado no Hospital de Urgências Doutor Otávio Lage de Siqueira. Célio Rezende está sendo transferido para o mesmo hospital que atende o governador em exercício.

O atirador era auxiliar de serviços gerais da Secretaria Municipal de Saúde de Itumbiara. No crime, ele usou uma pistola 40 mm. O cabo da Polícia Militar que morreu no tiroteio, Vanilson Rodrigues, fazia a segurança do evento.

O delegado regional de Itumbiara, Ricardo Chueire, afirma que ainda não se sabe a motivação do crime. “Fizemos a perícia no local e no carro do atirador, mas ainda não há pistas do que pode ter motivado o crime.”

Pelo menos outros cinco candidatos a prefeito ou vereador foram mortos durante a campanha das eleições 2016.

horario-eleitoral-gratuito-de-jose-gomes-da-rocha-candidato-a-prefeitura-de-itumbiara-assassinado-a-tiros-durante-uma-carreata-1475109895249_615x300

Ex-prefeito e candidato

José Gomes da Rocha, o Zé Gomes, tinha 58 anos e era considerado um dos mais ricos políticos do interior goiano. Zé Gomes indicou à Justiça Eleitoral ter patrimônio de R$ 111 milhões, formado em sua maioria por fazendas.

Chamado de “Maluf de Itumbiara” por uma série de acusações, o candidato tentava voltar ao comando da prefeitura, que chefiou de 2005 a 2012. Nestas eleições, ele conseguiu montar uma coligação de 14 partidos, incluindo o PT, o PMDB e o PSDB.

De acordo com a pesquisa eleitoral mais recente, divulgada na terça-feira (27), Zé Gomes ganharia as eleições. O levantamento feito pela Dados Folha apontava que 63,8% do eleitorado iria votar em Zé Gomes. Atrás dele estão Álvaro Guimarães (PR), que tem 17,6% das intenções de voto, e Cesinha (PDT), que tem 3%.

A pesquisa foi feita entre os dias 19 e 22 de setembro, e entrevistou 500 pessoas. A margem de erro é de 5 pontos percentuais para mais ou para menos, e o índice de confiança é de 95%.

Clima de incerteza

Itumbiara é uma cidade do interior de Goiás, perto da divisa com Minas Gerais. Segundo dados do IBGE, de 2013, o município tem 98.484 habitantes. Deles, 67.122 votarão nas eleições deste ano.

O candidato do PDT era apoiado pelo atual prefeito de Itumbiara, Chico Balla (PDT), que segundo o secretário de comunicação, José Ronaldo Borges, cedeu espaço da reeleição para que Zé Gomes se candidatasse. “Ele tinha uma popularidade muito forte em Itumbiara e era um líder político do grupo ao qual o prefeito também faz parte”, disse.

O clima na cidade, segundo Borges, é de consternação. Por isso, ainda não foi discutido os desdobramentos das eleições. “É difícil dizer quais são os desdobramentos. O amanhã é uma incógnita.”

o-vice-governador-jose-eliton-psdb-foi-baleado-durante-carreata-em-itumbiara-go-1475103549703_615x300

Vice-governador está internado

José Eliton de Figuerêdo Júnior, baleado nesta terça-feira durante carreata em Itumbiara, tem 44 anos e está em seu segundo mandato como vice-governador de Goiás. Ele está internado e não corre risco de morte, segundo a secretaria estadual de Saúde.

Eleito pelo DEM em 2010 na chapa de Marconi Perillo, o goiano nascido em Rio Verde já trocou de partido duas vezes ao longo dos últimos anos, tendo também passado pelo PP e entrado para o PSDB em 2015.

A mudança mais recente de partido de Eliton é apontada como um dos sinais de que ele será candidato ao governo do Estado em 2018, com o aval do atual governador. Na cerimônia de filiação ao PSDB, Eliton recebeu inúmeros elogios de Perillo e também de Aécio Neves, presidente da legenda.

Repercussão

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), está em viagem aos Estados Unidos, e já anunciou a volta imediata ao país, além de algumas medidas emergenciais.

Entre elas, o governador determinou o deslocamento imediato, para o município de Itumbiara, do comandante-geral da Polícia Militar do Estado, coronel Divino Alves de Oliveira, e do delegado-geral da Polícia Civil do Estado, Álvaro Cássio dos Santos, para o acompanhamento das investigações para o esclarecimento do atentado.

Também houve a recomendação para que o presidente da Assembleia Legislativa, Helio de Sousa (PSDB), assumisse o comando do Poder Executivo até o retorno do governador ao Brasil. O deputado estadual assumiu interinamente como governador em exercício.

Minutos após a notícia do atentado ser divulgada por blogs e sites de Goiás, políticos do Estado manifestaram o pesar pela morte de Zé Gomes.

“É uma tragédia que choca a todos nós goianos”, afirmou em nota o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado.

Principal rival de Zé Gomes nesta eleição, Álvaro Guimarães (PR) divulgou nota de pesar na noite desta quarta.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here