Edcity é proibido de disputar eleição e PHS decide não recorrer

0

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia negou o pedido de registro de candidatura do cantor Edcity e o PHS, partido dele, decidiu que não vai recorrer da decisão.

Presidente da sigla na Bahia, Júnior Muniz afirmou que o cantor está inelegível porque não prestou as contas na eleição de 2016, quando foi postulante a vereador de Salvador.

“Ele já está ciente que não vamos recorrer, porque tem jurisprudência neste sentido. Agora, vamos preparar ele para eleição de 2020”, afirmou Muniz

A notícia continua após esta Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here