Edcity é proibido de disputar eleição e PHS decide não recorrer

0

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia negou o pedido de registro de candidatura do cantor Edcity e o PHS, partido dele, decidiu que não vai recorrer da decisão.

Presidente da sigla na Bahia, Júnior Muniz afirmou que o cantor está inelegível porque não prestou as contas na eleição de 2016, quando foi postulante a vereador de Salvador.

“Ele já está ciente que não vamos recorrer, porque tem jurisprudência neste sentido. Agora, vamos preparar ele para eleição de 2020”, afirmou Muniz

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here