Haddad é confirmado como candidato do PT no lugar de Lula

0

O PT confirmou na tarde desta terça-feira (11) Fernando Haddad como substituto de Lula na chapa do partido que concorre à presidência. Manuela D’Ávila, do PCdoB, será a vice. Até hoje, Lula era o cabeça da chapa, com Haddad como vice, mas a candidatura do ex-presidente foi barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em função da Lei da Ficha Limpa. O anúncio oficial será feito em ato na cidade de Curitiba (PR), onde Lula está preso na sede da Polícia Federal.

O nome de Haddad foi aprovado por unanimidade pela Executiva Nacional do PT, em reunião em um hotel no centro de Curitiba. A votação é um detalhe burocrático, pois o nome de Haddad como cabeça da chapa já havia sido escolhido inclusive antes do anúncio de Lula candidato, já que se sabia que as chances do ex-presidente não ser autorizado a seguir com a campanha eram grandes.

Ao Uol, o secretário nacional de mobilização do PT chamou o dia de hoje de “histórico. “Com certeza, nós vamos nos preparar para levar Haddad para o segundo turno e ganhar as eleições presidenciais”, disse Alex Lima. “É uma decisão histórica, é um dia histórico. É unanimidade na Executiva Nacional do PT o companheiro Fernando Haddad e Manuela na vice”, afirmou. Na reunião, foi lida uma carta de Lula endereçada à direção do partido, em que ele sugeria que a sigla aceitasse o nome de Haddad como seu substituto. Todos aceitaram.

Nas redes sociais, já há alguns dias petistas estão usando expressões que já indicam a “passada de bastão”. “Somos todos 13” e “Lula é Haddad” são os mais comuns.

A partir de agora, a troca da candidatura deve ser oficializada junto ao TSE e Haddad poderá aparecer no horário eleitoral e demais eventos de campanha como candidato. Ele também poderá, nessa condição, participar de debates. Mesmo antes da oficialização, pesquisas de intenção de voto foram feitas com o nome do ex-prefeito de São Paulo. No Datafolha divulgado ontem, ele apareceu com 9% das intenções de voto. O número o coloca atrás de Jair Bolsonaro (PSL), mas em empate técnico com Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB).

Mais cedo, durante participação em entrevista no Bahia Meio Dia, da TV Bahia, o governador Rui Costa já havia antecipado que Haddad seria mesmo o substituto de Lula. O ex-governador Jaques Wagner, candidato ao Senado na Bahia, também falou em entrevista à Rádio Sociedade, hoje, da substituição. “Às 14 horas foi convocada uma coletiva lá no Paraná. Vamos anunciar a substituição da candidatura de Lula pela de Fernando Haddad e a Manuela passa a ser a vice. Mantêm-se o projeto, as ideias e as forças.”

Recursos
Lula entrou com três recursos no Supremo Tribunal Federal (STF) em relação a sua candidatura, mas o PT entendeu que seria mais seguro fazer a substituição do candidato dentro do prazo determinado por lei. A defesa de Lula pediu a revisão da decisão do ministro Edson Fachin, que negou um recurso anterior em que os advogados pediram o afastamento do impedimento da candidatura do petista. Fachin encaminhou o novo recurso para o plenário virtual do STF.

Outro recurso é da coligação, que tem PT, PCdoB e Pros. Eles pedem que o prazo para substituir Lula  fosse suspenso até que o recurso contra o veto à candidatura fosse analisado.O prazo da lei eleitoral para troca de candidatos é dia 17. Este pedido está com o ministro Celso de Mello.

O terceiro e último recurso é da coligação, também, contestando a decisão do TSE que impediu a candidatura de Lula com base na Lei da Ficha Limpa. Eles pedem ao STF que analise o caso de maneira urgênte. O relator também é Celso de Mello.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here