Lula critica cortes no Bolsa Família e diz que opositores deviam viver ‘dia de pobre’

0

O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva criticou na noite da última terça-feira (6) os cortes no programa Bolsa Família. “Eles acham que é esmola. Disseram que eu estava criando vagabundos no país. Eles deviam viver um dia de pobre, para ver como o nosso povo é extraordinário. Não há povo mais tolerante que o brasileiro”, disse durante o 3° Acampamento Nacional do Levante Popular da Juventude, no estádio Mineirinho, em Belo Horizonte. De acordo com informações da Agência Brasil, o ex-presidente defendeu a importância da distribuição de renda para o crescimento do país, e salientou que  a participação política é outro fator fundamental para superar a atual crise brasileira. “Toda vez que se nega a política nasce um Hitler, nasce um Bolsonaro. Quando as pessoas começam a rejeitar a política não é a esquerda que cresce, é a direita. E não é a direita civilizada. É a direita raivosa”, opinou. Na ocasião, estiveram presentes o senador Lindbergh Farias (PT), os deputados federais Patrus Ananias (PT), Jô Moraes (PCdoB) e Maria do Rosário (PT), o governador mineiro Fernando Pimentel (PT) e o presidente nacional do PT, Rui Falcão.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here