João Santana diz que não sabia que conta no exterior deveria ser declarada à Receita Federal

0

O depoimento do marqueteiro João Santana à Polícia Federal, nesta quinta-feira (25), durou mais de três horas, na Superintendência da PF, em Curitiba. Nele, o publicitário contou que não sabia que deveria ter declarado à Receita Federal uma conta bancária que tem na polícia. Durante o depoimento, Santana assinou uma autorização para “acesso integral a todos os dados da conta” mantida no exterior.

Ele disse à PF que a conta, em nome da empresa Shellbill Finance SA, foi aberta em 1998 para receber cerca de US$ 70 mil por um serviço de campanha eleitoral realizado na Argentina. Santana também afirmou que sua mulher sempre cuidou da parte administrativa e financeira do casal. O advogado do baiano, Fábio Tofic, contou à imprensa que Santana já estava procurando meios de regularizar sua conta.

joão-santana-3“Na época, ele achou que não tinha problema [não declarar] porque eram recursos recebidos em outro país e, ao longo de uma auditoria recente, ele foi informado que havia essa irregularidade. Ele estava já tomando as medidas, pensando na forma de regularizar esses recursos”, disse. Segundo ele, os recursos recebidos no exterior são pagamentos por trabalhos feitos em campanhas eleitorais em países como Panamá e Angola, além de Argentina. Tofic voltou a afirmar que, em relação à campanha do PT, está tudo declarado à Justiça Eleitoral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here