I Feira Agropecuária de Itaberaba e Territorial da Agricultura Familiar

0

A Prefeitura de Itaberaba, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Indústria e Comércio (SEAMA), em parceria com o Sindicato Rural de Itaberaba (SRI) realizarão, nos dias 19 e 20 de agosto, a I Feira Agropecuária de Itaberaba e Territorial da Agricultura Familiar.

O evento contará, ainda, com o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), entidade vinculada a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) que tem como objetivo organizar, administrar e executar, em todo território nacional, a Formação Profissional Rural e a Promoção Social de jovens e adultos que exerçam atividades no meio rural.

Festa do Abacaxi

A Feira acontecerá no terceiro domingo de agosto que, por lei, é o Dia do Abacaxi no município e terá como objetivo fomentar o comércio de animais e da produção agrícola familiar de Itaberaba e do Território Piemonte do Paraguaçu que reúne, ainda, outros 13 municípios.

O mês de agosto, segundo o coordenador Municipal de Desenvolvimento Regional, Roosevelt de Abreu Bastos, também representa o auge da produção de abacaxi e, durante a Feira, haverá degustação de abacaxi e exposição de seus derivados como: bolos, tortas, abacaxi caramelizado e o desidratado, produzido pela Coopaita. Na oportunidade o SENAR irá realizar uma palestra sobre a Cultura do Abacaxi.

Palestras, exposição de animais e outros produtos

A I Feira Agropecuária de Itaberaba terá exposição de produtos, animais, máquinas e veículos, além palestras, promovidas pelo SENAR, sobre ovinos, caprinos, bovinos de leite e leilão de animais, individuais e em lote.

O evento será a oportunidade para que criadores de bovinos, caprinos, ovinos e equinos possam realizar negócios ampliando divisas para o município. São esperadas de 1.000 a 2.000 pessoas, por dia, com a presença de cerca de 200 produtores e criadores rurais de Itaberaba e região.

Para o presidente do Sindicato Rural de Itaberaba, Alfredo Bezerra, a Feira deve movimentar o ambiente de negócios de Itaberaba e região: “serão, aproximadamente, 500 cabeças de bovinos, 200 cabeças de caprinos e ovinos, além de cerca 50 animais equinos, o que deve gerar negócios em torno de R$ 1 mi”, disse.

Para o produtor e vendedor de leite, Dejaniro Oliveira da Costa, mais conhecido como Deja Parêa, da Fazenda Lagoa Encantada, “um evento como este é muito importante para que a gente possa expor o nosso trabalho para mais pessoas, além de poder, inclusive, melhorar o nosso rebanho com a compra de novas matrizes”, destacou.

Já para Manoel Ribeiro de Oliveira, conhecido como Nequinha, da região do Bom Viver, também participará da feira com vistas a melhorar o seu rebanho. Criador de caprinos e ovinos, Nequinha disse que sua expectativa, com a Feira, é “crescer o rebanho, porque eu crio Santa Inês e agora chegou Dorper aqui na Bahia e a gente sabe que fazendo o cruzamento pode melhorar a qualidade do rebanho”, pontuou.

A montagem dos estandes e recepção dos animais acontecerá na sexta-feira, 18 de agosto, no Parque de Exposições de Itaberaba, obedecendo a todas as exigências da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here