Prefeitura lança a Campanha Show de Prêmios

0

A Prefeitura de Itaberaba, através da Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz), lançou, na manhã desta quarta-feira (30), a Campanha Show de Prêmios, que engloba os programas Nota Fiscal Cidadã e IPTU Premiado, com o objetivo de combater a sonegação fiscal, aumentando a arrecadação municipal de tributos.

Publicidade

O evento de Lançamento da Campanha aconteceu na Praça Flávio Silvany, em frente ao Mercado Velho, e contou com a participação dos secretários municipais da Fazenda, Natanaelson Miranda, de Cultura Nalva Nolácio, e do ouvidor-Geral do Município, Lucas Hayne, além de coordenadores e gerentes de secretarias.

O Nota Fiscal Cidadã sorteará prêmios para as Notas Fiscais de Serviços (escolas, academias, oficinas mecânicas, hotéis, dentre outros) emitidas durante o período de Campanha. A Campanha abrange apenas as Notas sobre Serviços, excluindo aquelas referentes a compras de produtos. O IPTU Premiado sorteará prêmios para o contribuinte que estiver em dia com o pagamento do tributo.

A Campanha Show de Prêmios

A ideia é incentivar o cidadão a exigir a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) toda vez que pagar por um serviço, explica Bruno Vitor Silva de Oliveira, coordenador de Administração Tributária da Sefaz: “A cada nota de serviço emitida com o CPF do comprador aumenta a chances dele participar dos benefícios da Campanha. Quanto mais notas a pessoa pede, mais chance ela tem de ser sorteada”, pontuou Bruno.

“É bom lembrar que a emissão da NFE-e já exige que seja informado o CPF do comprador”, esclarece o coordenador. “Quanto ao IPTU Premiado, todos que estiverem em dia com o pagamento do tributo, na data dos sorteios, estará concorrendo aos prêmios”, finalizou Bruno Vitor.

Em sua 5ª edição, os programas Nota Fiscal Cidadã e IPTU Premiado distribuirão uma série de prêmios, tanto para as pessoas que pedirem sua NFS-e, quanto para o contribuinte em dia com o pagamento do seu IPTU. Cada programa realizará, intercaladamente, 06 sorteios com premiação em dose dupla.

Prêmios e Sorteios

O Nota Fiscal Cidadã oferecerá, no primeiro prêmio: uma cozinha completa, com fogão, geladeira, micro-ondas, armário e mesa com cadeiras; no segundo prêmio: um quarto completo, com cama, colchão, guarda-roupa e frigobar; e no terceiro prêmio: uma sala completa, com TV de LED, sofá, home e rack.

Já o IPTU Premiado sorteará, no primeiro prêmio: um notebook e uma impressora; no segundo prêmio: uma TV de LED e um Aparelho DVD; e no terceiro prêmio: um refrigerador e um frigobar.

A Campanha segue até dezembro. A agenda de sorteios seguirá o seguinte calendário: no dia 29 de setembro, acontece o sorteio do 3º prêmio do IPTU Premiado; no dia 27 de outubro será a vez do 3º prêmio da Nota Fiscal Cidadã; já em 10 de novembro, acontece o sorteio do 2º prêmio do IPTU Premiado; no dia 24 de novembro, o 2º prêmio da Nota Fiscal Cidadã; no mês de dezembro acontecerão os sorteios finais com o 1º prêmio tanto do IPTU Premiado (08/12) e da Nota Fiscal Cidadã (22/12).

Peça sua Nota de Serviço

Para o secretário Municipal da Fazenda, Elson Miranda, “um dos principais problemas enfrentados pelos órgãos de arrecadação fiscal está relacionado, justamente, com o combate à sonegação fiscal”, disse o secretário. Em sua opinião, é preciso mudar a ideia, instalada na cultura, de não pedir a Nota Fiscal.

“Quem perde com a sonegação é todo o conjunto da sociedade que deixa de arrecadar recursos que melhoram as condições de vida das pessoas”, observou o secretário. “Todos os recursos que o município dispõem para a oferta de serviços à comunidade são oriundos dos tributos. Quando existe uma inadimplência muito grande quem perde é a Saúde, a Educação, além de outras áreas que são afetadas diretamente com a sonegação fiscal”, pontuou Miranda.

Diante desse quadro, o secretário destaca que é importante pedir, sempre, a nota fiscal, seja ela de serviço ou produto. “Quando o cidadão solicita um serviço, seja qual for a sua natureza, e não solicita a nota fiscal ele está contribuindo para que o município passe contar, cada vez mais, com menos recursos para investir em áreas essenciais com a Saúde e a educação”, concluiu Natanaelson.

Fonte: Secom

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here