Reginaldo Rossi: Infecção regredindo

0

Em boletim médico divulgado no início da noite desta sexta, a equipe médica informou que, durante a tarde, houve “evolução clínica satisfatória quanto aos parâmetros hemodinâmicos (controle dos níveis de pressão arterial), ventilatórios e laboratoriais”. Apesar disso, o cantor permanece na UTI respirando com a ajuda de aparelhos e em programação de hemodiálise.

À tarde, o músico foi submetido à última sessão de quimioterapia do primeiro ciclo do tratamento. Encerrada esta fase, Rossi fará novos exames e, dentro de 21 dias, irá iniciar o segundo ciclo de quimioterapia.

Rossi deu entrada no Memorial São José no dia 27 de novembro. Em 4 de dezembro, um nódulo foi retirado da axila direita dele e submetido à biópsia. Na segunda (9), o cantor passou por um procedimento chamado toracocentese, que retirou dois litros de líquido acumulados entre a pleura e o pulmão. O resultado da biópsia, divulgado na quarta (11), confirmou o diagnóstico de câncer no pulmão.

rossi2Na primeira sessão de quimioterapia, Rossi respondeu mal e precisou de hemodiálise e remédio para controlar a pressão. No final da manhã da quinta (12), a pressão arterial normalizou e o funcionamento dos rins e os exames laboratoriais também melhoraram. A quantidade de remédios para controlar a pressão foi reduzida.

Nascido no Recife, o cantor e compositor conhecido como o “rei do brega” tem 69 anos. Entre seus maiores sucessos estão as músicas “Garçom”, “A raposa e as uvas”, “Em plena lua de mel” e “Leviana”. Nos dias 21 e 22 de novembro, ele se apresentou no Manhattan Café Teatro, na capital pernambucana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here