TelexFree quebra e deixa divulgadores na mão

2

O São João não teve fogos para o pessoal da TelexFree. A empresa e seus divulgadores (pelo menos aqueles que não caíram na real) continuam defendendo que a empresa é séria, que não é um esquema de pirâmide financeira. Mas o Tribunal de Justiça do Acre não acreditou e decidiu manter bloqueados os pagamentos da Telexfree, bem como a adesão de novos divulgadores ao sistema. A decisão segue valendo para todo o país.

A notícia continua após esta Publicidade

O desembargador Samoel Evangelista, da 2ª Câmara Cível do TJAC, confirmou nesta segunda (24) a determinação da juíza da 2ª Vara Cível de Rio Branco (AC), Thaís Queiroz Borges de Oliveira Abou Khalil. O bloqueio foi determinado no último dia 18. Os bens de Carlos Costa e Carlos Wanzeler, sócios da Ympactus Comercial LTDA, razão social da Telexfree, também estão indisponíveis.

A fogueira da TelexFree queimou ainda mais depois que a seguradora Mapfre negou que a Telexfree tivesse contratado a companhia para oferecer seguro aos seus divulgadores. Em um vídeo divulgado na sexta-feira (21) na página da TelexFree no Facebook, Carlos Costa garantiu que tinha fechado uma parceria com a Mapfre Seguros, o que garantiria integralmente o pagamento de todos os divulgadores da Telexfree. Ele até mostrou uma “cópia” do contrato. Um contrato que nunca existiu.

Leia a nota completa da Mapfre:

“A MAPFRE Seguros informa que não tem nenhum tipo de relação comercial ou de parceria com as empresas Telexfree e Ympactus Comercial Ltda. A veiculação de informações que está sugerindo vínculo contratual de uma das seguradoras do Grupo com essas empresas não é verídica. A MAPFRE Seguros informa ainda que tomará as medidas legais cabíveis pelo uso indevido de sua marca e por todos os danos eventualmente ocasionados. Ressaltamos também que não existe no portfólio de Seguro Garantia da MAPFRE produto que assegure a empresa, nas condições divulgadas.”

Tem mais. Nesta terça-feira (25), o Ministério Público do Acre (MP-AC) informou que vai pedir à Justiça que a TelexFree devolva o dinheiro aos divulgadores que pagaram para entrar no sistema. A promotora Nicole Gonzalez Colombo Arnoldi disse ao Portal IG que a solicitação será feita na ação civil pública que o órgão vai apresentar à Justiça até o fim desta semana.

Pois é… Claro que ainda vai aparecer um monte de gente defendendo a empresa. Mas fica cada vez mais claro que a empresa montou mesmo uma pirâmide financeira, ao invés de um negócio de venda de pacotes de telefonia via internet (VoIP, na sigla em inglês) por meio de marketing multinível. Agora, a TelexFree tem cinco dias para apresentar um novo recurso e levar o caso ao colegiado da 2ª Câmara Cível.

Ao Portal G1, o advogado da empresa, Horst Fouchs, confirmou que a empresa já está se preparando para entrar com novo pedido de revisão de sentença. “Obviamente que é uma decisão que não considerou os fatos e a realidade dos fatos. Inclusive, ela carece de fundamentação. É só isso que tenho também para comentar pois o resto vai ser objeto de recurso”, disse Fouchs.

A estimativa é que cerca de um milhão de pessoas tenham entrado para a TelexFree. É óbvio que quem entrou logo ganhou dinheiro. O difícil é quem entrou depois. A casa está caindo. O balão está subindo. E a fogueira, apagando.

2 COMENTÁRIOS

  1. Impressionante como o dinheiro e a ganância cegam as pessoas!

    Adolf Hitler, ditador semi-satanás, se justificava dizendo que os fins justificam os meios, matando milhões de pessoas em nome da “supremacia da raça ariana”. Na verdade ele, como muitos outros, mentem tanto para o próximo, que acabam por convencer a si mesmos. E nesta estratégia de justificar o injustificável, inventam fábulas, acreditam em papai noel e coelhinho da páscoa, e dizem o que querem, apesar de tapar os ouvidos para o obvio. Nesta tentativa, não usam nem a cabeça nem o coração, esquecem da lógica e da razão, da humildade e da religião.
    Muitas das pessoas que entram nestes esquemas de pirâmides são apenas tolos, pessoas que se deixam iludir pelas promessas de dinheiro fácil. Apenas bobos ignorantes, subjugados pelo próprio desconhecimento e falta de senso crítico. Já muitos outros, SABEM que a única forma de ganhar dinheiro numa pirâmide é com a desgraça de várias outras pessoas. Sabem que dinheiro não cresce em árvores, e que é incapaz de se multiplicar. A pirâmide apenas tira dos calouros e dá aos veteranos, simples assim! Desculpas do tipo “entra quem quer”, “se ganhar tudo bem”, só seriam válidas se todos os participantes soubessem que esta desgraça de esquema não passa de um GOLPE associado a um jogo de azar, não de um “trabalho fácil que te deixa rico”.
    Os golpistas inventam sofisticados esquemas para mascarar as pirâmides, enquanto os “espertos” hipócritas mentem e se usam da sua capacidade de convencimento para enganar todos que podem, na tentativa de “tirar o dele” enquanto a pirâmide não quebra. Já os demais, coitados, vendem o que tem e o que não tem na esperança de ganhar a vida sem esforço e sem mérito.

    Este golpe é antigo, aparecendo e sumindo de tempos em tempos com várias roupagens, em vários países do mundo. Contudo, encontra solo fértil em um país com excesso de pessoas pobres, corruptas e preguiçosas como o Brasil, potencializado pelo advento da Internet e das redes sociais.
    Queria mesmo que a TELEXFRIA fosse a última pirâmide do universo, porém não tenho tantas esperanças… precisava acabar com todos os golpistas, pastores corruptos, preguiçosos, iludidos, tolos, espertalhões, hipócritas, enfim… é muita gente!!!. Neste contexto:
    – Aos tolos desejo muito prejuízo, quem sabe aprendem com os erros? Senão aprenderem, partam para a próxima pirâmide… afinal “o dinheiro é seu, ninguém te obrigou a entrar”, e quebrem a cara de novo, otário!!!!
    – Aos espertalhões desejo cuidado! Quem rouba, engana, ludibria, um dia há de pagar pelos crimes cometidos, seja peja justiça divida, seja pela justiça dos homens.

    Agora deixe-me voltar ao trabalho, preciso ganhar dinheiro HONESTO para pagar minhas contas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here