Falsa receita para tratar febre amarela é compartilhada no WhatsApp

0

A internet sempre ajuda com informações básicas sobre algo que temos dúvida, mas ela também atrapalha ao disseminar notícias falsas que enganam os usuários. Um exemplo disso é uma nova corrente de WhatsApp que está circulando nas redes sociais com uma falsa receita para tratar a febre amarela.

Publicidade

Vale lembrar que se você quiser buscar informações sobre a doença procure os canais oficinais do governo.

A receita detalha como fazer um remédio caseiro contra a febre. A mensagem falsa que contém áudios e vídeos já foi compartilhada mais de 500 mil vezes.

“A mensagem é uma besteira. Não tem nenhuma verdade no que a pessoa que escreveu diz. Em primeiro lugar, a vacina é uma vacina efetiva e segura. Os eventos adversos que acontecem são extremamente raros. A vacina é a melhor forma de combater a doença. Outras formas de combater são as que diminuem o contato do homem com o mosquito, ou seja, repelente, mosquiteiro, que são proteções adicionais. A receita que é colocada lá não tem nenhum efeito, nenhuma validade para febre amarela, nem como imunização, nada”, comentou o médico infectologista e pesquisador da Fiocruz André Siqueira, membro da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (SBMT).

O médico André Siqueira ainda comentou sobre os efeitos adversos que são comentados na corrente. “Existem efeitos adversos para qualquer tratamento, mas eles são extremamente raros. A gente espera um evento adverso grave para cada 400 mil doses, então é algo que acontece 0,0000025% das vezes. Extremamente raro, não é algo que acontece, como é dito no texto. Assim como você toma dipirona pode ter algum evento adverso, com a vacina também acontece, mas eles são raros, tem todas as orientações, os profissionais de saúde estão atentos para as contraindicações da vacina e ela é que é a melhor forma de proteger”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here